EMBRAER E190-E2 recebe certificações da ANAC, FAA e EASA

Notícias e artigos retirados da mídia em geral.

Moderador: Moderadores

Regras do fórum
As regras do fórum estão disponíveis CLICANDO AQUI.

EMBRAER E190-E2 recebe certificações da ANAC, FAA e EASA

Mensagempor AeroEntusiasta » Qua Fev 28, 2018 20:41

E190-E2, da Embraer, recebe certificações de ANAC, FAA e EASA

São José dos Campos - SP, 28 de fevereiro de 2018 – Em cerimônia realizada hoje nas instalações da companhia em São José dos Campos, a Embraer recebeu a Certificado de Tipo para o E190-E2, o primeiro membro da família de E-Jets E2 de aviação comercial, da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), pela Federal Aviation Administration (FAA) e pela Agência Europeia para a Segurança da Aviação (European Aviation Safety Agency - EASA). É a primeira vez que um programa aeronáutico com o nível de complexidade do E2 recebe um certificado de tipo das três das maiores autoridades internacionais de certificação simultaneamente.

Apenas 56 meses se passaram entre o lançamento do programa e a certificação do E190-E2. O E190-E2 apresenta novos motores com elevada taxa de derivação e asas e trem de pouso completamente novos. Comparado à primeira geração do E190, 75% dos sistemas da aeronave são novos.

“Tive a satisfação de lançar o programa E-Jets E2 em 2013 e, por isso, é muito emocionante ver a o E190-E2 alcançar hoje o Certificado de Tipo, conforme planejado e no orçamento. Nossas equipes de desenvolvimento mais uma vez se superaram com sua criatividade, dedicação e competência! Além de alcançar todos os objetivos de desenvolvimento, vários pontos importantes, como consumo de combustível, desempenho, ruído e custos de manutenção, ficaram melhores que o originalmente especificado”, afirmou Paulo Cesar de Souza e Silva, Presidente e CEO da Embraer. “Quero felicitar todas as equipes envolvidas no programa, todos na Embraer desempenharam um papel nesta enorme conquista, trazendo ao mercado o melhor e mais eficiente avião de corredor único do mundo. O E190-E2, ao lado de Legacy 450, Legacy 500 e, em breve, o KC-390, posiciona a Embraer como uma das principais empresas aeroespaciais do mundo.”

O programa de testes em voo envolveu quatro protótipos da aeronave, que foram submetidos a rigorosas avaliações. A frota de testes do E190-E2 completou mais de 2.000 horas de voo. Aproximadamente 45 mil horas de testes foram conduzidos em bancadas com espaço para aviônicos, controles de voo, e sistemas elétrico, hidráulico e ambiental.

“A certificação de hoje do E190-E2 é um marco crucial no programa. É razoável admitir agora que as discussões comerciais com operadores em todo o mundo serão aceleradas,” disse John Slattery, Presidente & CEO da Embraer Aviação Comercial. “Atualmente, muitas das campanhas envolvendo o E190-E2 e seu ‘irmão maior’, o E195-E2, são com novos operadores para a Embraer - e isso é muito encorajador enquanto continuamos nossa trajetória em direção a 100 operadores de E-Jets em todo o mundo.”

A Widerøe, maior companhia aérea regional da Escandinávia, será a primeira companhia aérea no mundo a receber o novo E190-E2 e iniciará serviços com o jato em abril. A companhia aérea fechou contrato para até 15 jatos da família E2, consistindo em três pedidos firmes para o E190-E2 e o direito de compra de mais 12 aeronaves da família E2.

A Embraer anunciou recentemente os resultados finais dos testes em voo confirmando o E2 como as mais eficientes aeronaves de corredor único do mercado. Em termos de consumo de combustível, o E190-E2 provou ser 1,3% melhor do que originalmente esperado, o que representa uma melhoria de 17,3% em relação ao E190 de geração atual.

O E190-E2 também se torna assim o avião mais ambientalmente amigável na categoria, com o menor nível de ruído externo e emissões. Resultados de testes em voo confirmaram que o desempenho de decolagem do E190-E2 também é melhor que a especificação original. O alcance da aeronave a partir de aeroportos com altas temperaturas e grandes altitudes (Hot and High, no termo em inglês), como Denver e Cidade do México, aumenta 600 milhas náuticas em comparação com aeronaves de geração atual. Já o alcance a partir de aeroportos com pistas curtas, como London City, na Inglaterra, também aumenta em mais de 1.000 milhas náuticas, permitindo que a aeronave alcance destinos como Moscou, na Rússia, e no norte da África sem paradas.

O E190-E2 também terá os intervalos de manutenção mais longos no mercado de aviões de corredor único com 10 mil horas de voo para atividades básicas de manutenção sem limite de calendário para utilizações típicas. Isso significa 15 dias a mais para utilização da aeronave em um período de dez anos, comparado à atual geração de E-Jets. Outro ganho chave é o tempo de treinamento de transição para pilotos. Pilotos da atual geração de E-Jets precisarão de apenas dois dias e meio de treinamento sem necessidade de um simulador de voo completo para estarem qualificados a operar um E2.

A Embraer é líder mundial na fabricação de jatos comerciais com até 150 assentos. A companhia conta com 100 clientes em todo o mundo operando os jatos das famílias ERJ e E-Jets. Apenas para o programa de E-Jets, a Embraer registrou mais de 1.800 pedidos firmes e 1.400 entregas, redefinindo o conceito tradicional de aeronaves regionais por meio da operação em uma vasta gama de aplicações de negócios.
Sem mais.

Equipe AeroEntusiasta
http://www.AeroEntusiasta.com.br
https://aeroentusiasta.blogspot.com.br/

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

>>> Colabore com o Site AeroEntusiasta @ Contato: fabio@aeroentusiasta.com.br

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Imagem
Avatar do usuário
AeroEntusiasta
Fundador
Fundador
 
Mensagens: 8431
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 09:00
Localização: Porto Alegre - RS

Voltar para AERONOTÍCIAS

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 11 visitantes

cron