Após leilão, arrecadação com aeroportos será de R$ 3,7 bi

Notícias e artigos retirados da mídia em geral.

Moderador: Moderadores

Regras do fórum
As regras do fórum estão disponíveis CLICANDO AQUI.

Após leilão, arrecadação com aeroportos será de R$ 3,7 bi

Mensagempor José Cursio » Qui Mar 16, 2017 14:17

Boa tarde amigos Forenses.

Após leilão, arrecadação com aeroportos será de R$ 3,7 bi

http://www.panrotas.com.br/noticia-turi ... html?lista

Fonte - Panrotas

Abs. Cursio
José Cursio
AeroConselho
 
Mensagens: 5382
Registrado em: Qua Ago 02, 2006 14:21
Localização: São Paulo

Re: Após leilão, arrecadação com aeroportos será de R$ 3,7 b

Mensagempor AeroEntusiasta » Qui Mar 16, 2017 14:30

http://g1.globo.com/

Governo arrecada R$ 3,72 bilhões com leilão de aeroportos e grupos estrangeiros assumem concessões

Grupo alemão Fraport vai assumir aeroportos de Porto Alegre e Fortaleza; Salvador ficou com a francesa Vinci e Florianópolis, com a suíça Zurich, que já é sócia de Confins.

O leilão dos aeroportos de Fortaleza (CE), Salvador (BA), Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS) garantiu ao governo uma arrecadação de R$ 3,72 bilhões em todo o período da concessão, cerca de 23% acima do valor esperado pelo governo de R$ 3,014 bilhões. O ágio está bem abaixo dos valores praticados nas primeiras rodadas de concessão de aeroportos.

Conheça os grupos que vão assumir os quatro aeroportos brasileiros

Os lances mínimos foram fixados com base em 25% do valor da outorga e esses valores terão que ser pagos no momento da assinatura do contrato. O governo garantiu uma arrecadação para esta etapa no valor de R$ 1,46 bilhão, o que representa um ágio de quase 100% sobre o mínimo estabelecido pelo edital (R$ 753 milhões).
Três grupos estrangeiros - a francesa Vinci, a alemã Fraport e a suíça Zurich - levaram as concessões dos quatro aeroportos. Ao contrário dos leilões anteriores, eles entraram na disputa sem sócios no Brasil. Nenhum grupo brasileiro apresentou proposta pelos quatro aeroportos.

Imagem
Resultado do leilão dos aeroportos. (Foto: Arte/G1)

Disputa no pregão

O pregão viva-voz foi marcado por disputas entre os grupos interessados. O consórcio alemão liderado pela Fraport foi o grande vencedor do leilão ao levar os aeroportos de Fortaleza e Porto Alegre.

A concorrência, no entanto, foi menor do que nas rodadas anteriores de privatização. No leilão dos aeroportos de Galeão e Confins, 5 consórcios participaram da disputa. Já no leilão de Guarulhos, Brasília e Campinas, foram 11 concorrentes.

O governo comemorou o resultado. No Twitter, o presidente Michel Temer disse que o Brasil "reconquistou a credibilidade internacional". Já o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, destacou que os vencedores são empresas qualificadas e reconhecidas internacionalmente. "São empresas com muita tradição e presentes em aeroportos muito bem avaliados. Elas vão trazer essa experiência para aeroportos que vão servir os brasileiros."

Segundo Moreira Franco, o perfil das concessões mudou e focará mais na melhoria de serviços nos aeroportos do que na realização de obras.

Para o sócio do escritório ASDZ e especialista em direito aeronáutico, Guilherme Amaral, o resultado foi "surpreendentemente positivo". "A expectativa era de um ágio menor e até de lotes vazios. A mudança da modelagem dos editais, com a saída da Infraero dos consórcios, e previsões mais flexíveis de investimento conforme a demanda colaboraram", afirmou.

Investimentos previstos

O investimento mínimo projetado para os quatro aeroportos juntos é de R$ 6,61 bilhões durante o prazo de concessão, que será de 30 anos (prorrogável por mais 5) , com exceção do aeroporto de Porto Alegre, cujo prazo é de 25 anos (prorrogável por mais 5).

Entre os principais investimentos que deverão ser realizados pelos futuros operadores estão a ampliação dos terminais de passageiros, dos pátios de aeronaves e das pistas de pouso e decolagem. Também estão previstos o aumento do número de pontes de embarque, ampliação dos estacionamentos de veículos.

Os aeroportos de Florianópolis, Porto Alegre, Salvador e Fortaleza respondem atualmente por cerca de 12% do total de passageiros transportados no país.
Teste para o governo

O leilão foi tratado pelo mercado como primeiro grande teste de atratividade do programa de concessões na área de infraestrutura do governo Michel Temer. A estimativa é que os quatro aeroportos juntos gerem R$ 6,613 bilhões em investimentos ao longo do período de concessão.

Para tornar as concessões mais atrativas, o governo decidiu tirar a exigência da participação da Infraero nos consórcios (a estatal é sócia em 5 aeroportos concedidos com 49% de participação) e de pagamento de outorga nos 5 primeiros anos de concessão.

Programa de privatizações

O leilão dos aeroportos de Florianópolis, Porto Alegre, Salvador e Fortaleza já estava previsto desdo o governo Dilma Rousseff faz parte do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), anunciado em setembro pelo governo Michel Temer, que prevê a venda ou concessão de 34 projetos nas áreas de energia, aeroportos, rodovias, portos, ferrovias e mineração.
Até o momento, o leilão da Celg-D, arrematada por R$ 2,17 bilhões pela italiana Enel, tinha sido o único leilão já realizado.

O objetivo do governo com as concessões e privatizações é ampliar os investimentos numa tentativa de reaquecer a economia, estimular a criação de empregos e melhorar a infraestrutura do país.

No dia 7, o governo anunciou um novo pacote de concessões, com 55 projetos, mas decidiu não incluir nenhum novo aeroporto na lista até que sejam feitos estudos sobre a sustentabilidade do sistema e da Infraero.

Atualmente, 6 aeroportos já funcionam sob gestão privada. Os terminais de Guarulhos, Brasília, Viracopos, Galeão, Confins e São Gonçaço do Amarante, responderam por 46,7% dos embarques e desembarques em voos domésticos e internacionais em 2016.

A expectativa é que os aeroportos de Congonhas, em São Paulo, e Santos Dumont, no Rio de Janeiro, possam entrar nas próximas rodadas.

Imagem

http://g1.globo.com/economia/negocios/n ... rtos.ghtml
Sem mais.

Equipe AeroEntusiasta
http://www.AeroEntusiasta.com.br

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

>>> Colabore com o Site AeroEntusiasta enviando notícias, imagens ou sugestões para:

fabio@aeroentusiasta.com.br

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Imagem
Avatar do usuário
AeroEntusiasta
Fundador
Fundador
 
Mensagens: 7711
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 09:00
Localização: Porto Alegre - RS

Re: Após leilão, arrecadação com aeroportos será de R$ 3,7 b

Mensagempor AeroEntusiasta » Qui Mar 16, 2017 14:33

http://g1.globo.com/

Conheça os grupos que vão assumir as concessões de 4 aeroportos no Brasil

Disputa foi marcada pela participação exclusiva de grupos estrangeiros, que já administram grandes aeroportos no mundo; operadoras Fraport, Zurich e Vinci venceram leilão.

Por G1 16/03/2017 13h03 Atualizado há 25 minutos

Três grupos estrangeiros vão assumir as concessões dos quatro aeroportos leiloados nesta quinta-feira (16). O governo arrecadou R$ 3,72 bilhões com a concessão dos terminais de Porto Alegre, Salvador, Fortaleza e Florianópolis.

A disputa foi marcada pela participação exclusiva de grupos estrangeiros, que já administram grandes aeroportos no mundo. Nos leilões anteriores, as construtoras brasileiras foram as protagonistas e levaram os contratos.

FRAPORT

Aeroporto de Frankfurt, considerado um dos mais modernos do mundo, é administrado pela Fraport (Foto: Christoph Schmidt/AFP) Aeroporto de Frankfurt, considerado um dos mais modernos do mundo, é administrado pela Fraport

A operadora alemã Fraport venceu a disputa pelos aeroportos de Fortaleza e Porto Alegre. Ela administra aeroportos em todos os continentes: cinco na Europa, sendo o de Franfkurt, um dos mais modernos do mundo, um deles - cinco na Ásia , dois na África e um na América Latina e registra um tráfego anual de mais de 99 milhões de passageiros.
Em 2013, disse que considerava adquirir participações em diversos aeroportos, inclusive terminais no Brasil, mas não conseguiu arrematar a concessão de nenhum aeroporto brasileiro no leilão feito no final daquele ano.

ZÜRICH

Aeroporto de Zurique, na Suíça, é administrado por empresa que venceu concessão de Florianópolis (Foto: Konstantin Chalabov/RIA Novosti) Aeroporto de Zurique, na Suíça, é administrado por empresa que venceu concessão de Florianópolis (Foto: Konstantin Chalabov/RIA Novosti)

A Flughafen Zürich AG arrematou o aeroporto de Florianópolis. A empresa administra o maior aeroporto da Suíça, em Zurique, e registra circulação de 25 milhões de passageiros por ano, com quase 270 mil voos ao ano e 400 mil toneladas de carga transportada. Em 2012, disputou com o grupo CCR a concessão dos aeroportos de Guarulhos, Viracopos e Brasília, mas não levou nenhum projeto.

Em 2013, o aeroporto de Confins foi arrematado por um consórcio formado pelas empresas Companhia de Participações em Concessões CPC, que é controlada pela CCR (75%), Zurich Airport International AG (24%) e Munich Airport International Beteiligungs GMBH (1%).

VINCI

Aeroporto de Santiago, no Chile, é administrado pela francesa Vinci, que levou concessão de Salvador (Foto: MARTIN BERNETTI/AFP) Aeroporto de Santiago, no Chile, é administrado pela francesa Vinci, que levou concessão de Salvador

Um dos maiores grupos de construção e concessões da Europa, o francês Vinci foi o vencedor do leilão do aeroporto de Salvador. A operadora chegou a avaliar a aquisição da fatia da OAS na Invepar, dona da concessão de Ele vem buscando oportunidades para crescer em concessões de aeroportos no Brasil e na Indonésia.
A companhia, que opera atualmente 35 aeroportos no mundo, também está de olho em oportunidades na Indonésia e na Índia, onde vai enviar nas próximas semanas uma oferta para a construção de novo aeroporto de Mumbai.

A Vinci tem avançado em concessões de mercados de expansão mais acelerada e mais lucrativos, como aeroportos e rodovias fora da França, bem como em acordos de engenharia em energia, como forma de responder à fraqueza do mercado doméstico.

http://g1.globo.com/economia/negocios/n ... asil.ghtml
Sem mais.

Equipe AeroEntusiasta
http://www.AeroEntusiasta.com.br

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

>>> Colabore com o Site AeroEntusiasta enviando notícias, imagens ou sugestões para:

fabio@aeroentusiasta.com.br

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Imagem
Avatar do usuário
AeroEntusiasta
Fundador
Fundador
 
Mensagens: 7711
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 09:00
Localização: Porto Alegre - RS

Re: Após leilão, arrecadação com aeroportos será de R$ 3,7 b

Mensagempor Fernando C. Milke » Qui Mar 16, 2017 20:55

Salgado Filho foi com ágio superior a 800% !!!
Fernando C. Milke
MASTER
MASTER
 
Mensagens: 6373
Registrado em: Sex Dez 24, 2004 12:26
Localização: Porto Alegre


Voltar para AERONOTÍCIAS

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 5 visitantes