A CRISE NA AVIANCA BRASIL

Seção principal do AeroFórum para troca de informações.

Moderador: Moderadores

Regras do fórum
As regras do fórum estão disponíveis CLICANDO AQUI.

Re: A CRISE NA AVIANCA BRASIL

Mensagempor AeroEntusiasta » Sex Abr 05, 2019 15:23

AeroEntusiasta escreveu:Passageiros deixam avião após oficial de Justiça impedir voo por dívidas da Avianca

O voo estava marcado para as 19h e partiria de Brasília em direção a Congonhas, São Paulo

Os passageiros e a tripulação do voo 6173 da Avianca Brasil tiveram de descer de um avião na noite de ontem (4), no aeroporto de Brasília, após a Justiça pedir execução do arresto da aeronave.

A decolagem foi impedida por um oficial de Justiça, que cumpriu uma ordem judicial que atende ao pedido de um dos credores da companhia para reaver a aeronave. O voo estava marcado para as 19h, em direção a Congonhas, São Paulo.

O caso aconteceu quando dois arrendadores conseguiram liminar para a apreensão de aeronaves, e duas delas estavam em Brasília, no aeroporto Juscelino Kubitschek. A Avianca conseguiu a suspensão das decisões, mas o oficial já tinha se deslocado para o aeroporto.

No final da noite de ontem, o voo foi remarcado pela segunda vez, para 0h30. Inicialmente, a administração do aeroporto havia dito que a saída seria às 22h. Um dos passageiros informou à Folha que eles embarcaram às 18h30 e tiveram de sair da aeronave por volta das 20h.

A Avianca Brasil está em recuperação judicial desde dezembro passado. Em nota, a empresa informou que tomou as medidas necessárias, que os passageiros impactados estão sendo atendidos e que segue operando normalmente.

Fonte: https://www.metro1.com.br/noticias/bras ... ianca.html


* PR-ONT / A320
Sem mais.

Equipe AeroEntusiasta
http://www.AeroEntusiasta.com.br
https://aeroentusiasta.blogspot.com.br/

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

>>> Colabore com o Site AeroEntusiasta @ Contato: fabio@aeroentusiasta.com.br

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Imagem
Avatar do usuário
AeroEntusiasta
Fundador
Fundador
 
Mensagens: 8775
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 09:00
Localização: Porto Alegre - RS

Re: A CRISE NA AVIANCA BRASIL

Mensagempor AeroEntusiasta » Seg Abr 08, 2019 19:56

Comunicado: Operação Avianca Brasil no Fortaleza Airport

A Fraport Brasil – Fortaleza informa que a partir desta quinta-feira (11/04), a companhia aérea Avianca Brasil somente será autorizada a operar no Fortaleza Airport caso faça o repasse das tarifas dos voos com antecedência. Sendo assim, recomenda-se aos passageiros verificarem junto à Avianca Brasil a situação de seu voo antes de se dirigirem ao Terminal de Passageiros.

Conforme é de conhecimento público, a referida companhia aérea, que encontra-se em processo de recuperação judicial, vem enfrentando graves problemas financeiros, cancelamentos e atrasos por todo o Brasil. Somente com o Fortaleza Airport sua dívida já chega aos R$ 9 milhões e a média de receita diária que vem deixando de ser repassada à Fraport é de aproximadamente R$ 50 mil reais.

Esclarecemos que a Avianca já foi notificada e a decisão também já foi comunicada à ANAC – Agência Nacional da Aviação Civil.
Sem mais.

Equipe AeroEntusiasta
http://www.AeroEntusiasta.com.br
https://aeroentusiasta.blogspot.com.br/

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

>>> Colabore com o Site AeroEntusiasta @ Contato: fabio@aeroentusiasta.com.br

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Imagem
Avatar do usuário
AeroEntusiasta
Fundador
Fundador
 
Mensagens: 8775
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 09:00
Localização: Porto Alegre - RS

Re: A CRISE NA AVIANCA BRASIL

Mensagempor FGustavoFlores » Ter Abr 09, 2019 14:11

AeroEntusiasta escreveu:Comunicado: Operação Avianca Brasil no Fortaleza Airport

A Fraport Brasil – Fortaleza informa que a partir desta quinta-feira (11/04), a companhia aérea Avianca Brasil somente será autorizada a operar no Fortaleza Airport caso faça o repasse das tarifas dos voos com antecedência. Sendo assim, recomenda-se aos passageiros verificarem junto à Avianca Brasil a situação de seu voo antes de se dirigirem ao Terminal de Passageiros.

Conforme é de conhecimento público, a referida companhia aérea, que encontra-se em processo de recuperação judicial, vem enfrentando graves problemas financeiros, cancelamentos e atrasos por todo o Brasil. Somente com o Fortaleza Airport sua dívida já chega aos R$ 9 milhões e a média de receita diária que vem deixando de ser repassada à Fraport é de aproximadamente R$ 50 mil reais.

Esclarecemos que a Avianca já foi notificada e a decisão também já foi comunicada à ANAC – Agência Nacional da Aviação Civil.


Complementando: https://www.gazetadopovo.com.br/economi ... -que-deve/
GustavoMinuano
Chapecó/SC
FGustavoFlores
PP
PP
 
Mensagens: 15
Registrado em: Ter Jan 22, 2019 07:58
Localização: SBCH

Re: A CRISE NA AVIANCA BRASIL

Mensagempor FGustavoFlores » Sex Abr 12, 2019 16:07

"Avianca poderá perder ao menos 18 aviões nos próximos dias"
Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/economi ... 18-avioes/
GustavoMinuano
Chapecó/SC
FGustavoFlores
PP
PP
 
Mensagens: 15
Registrado em: Ter Jan 22, 2019 07:58
Localização: SBCH

Re: A CRISE NA AVIANCA BRASIL

Mensagempor AeroEntusiasta » Qui Abr 25, 2019 17:17

23/04/19: AVIANCA BRASIL | A320 (PR-OBB) | ONE 6115 POA-GRU - Última decolagem da companhia de POA (DEP 23:30Z).
23/04/19: AVIANCA BRASIL | A320 (PR-OBB) | ONE 6116 GRU-POA - Último pouso da companhia em POA (ARR 22:12Z).
Sem mais.

Equipe AeroEntusiasta
http://www.AeroEntusiasta.com.br
https://aeroentusiasta.blogspot.com.br/

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

>>> Colabore com o Site AeroEntusiasta @ Contato: fabio@aeroentusiasta.com.br

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Imagem
Avatar do usuário
AeroEntusiasta
Fundador
Fundador
 
Mensagens: 8775
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 09:00
Localização: Porto Alegre - RS

Re: A CRISE NA AVIANCA BRASIL

Mensagempor Fernando C. Milke » Seg Mai 06, 2019 10:48

Uma empresa aérea quebra a cada dois anos no Brasil

Avianca será a 11ª empresa do setor a encerrar operações; entre as causas da elevada taxa de mortalidade está vulnerabilidade ao preço do combustível

05/05/2019 | 20:00

Um leilão marcado para ocorrer na terça-feira, em um edifício próximo à Avenida Paulista, em São Paulo, colocará fim a mais uma companhia aérea brasileira. A Avianca Brasil será a 11ª empresa do setor a encerrar as operações desde 2001 no país, que tem taxa de mortalidade de uma empresa a cada dois anos.

Os casos de falência ou de recuperação judicial na aviação não são exclusividade do Brasil. Neste ano, outras nove empresas aéreas endividadas deixaram de voar no mundo, desde pequenas, como a sul-coreana AirPhilip, até companhias mais relevantes, como a Jet Airways, que chegou a ser uma das maiores da Índia. Nos EUA, American Airlines, Delta e United já tiveram de recorrer ao Chapter 11, o equivalente à recuperação judicial brasileira, mas acabaram sobrevivendo.

Margens baixas, necessidade de injeções volumosas de capital, contratos de longo prazo com arrendadoras de aeronaves e vulnerabilidade ao preço do combustível - e ao dólar, no caso brasileiro - estão entre os fatores que explicam a elevada taxa de mortalidade.

“É uma indústria muito difícil no mundo todo”, diz Jerome Cadier presidente da Latam no Brasil. “Temos incerteza de curto prazo em relação à demanda e necessidade de tomar decisões de longo prazo, como o tamanho da frota. São decisões caras e difíceis de tomar.”

Foram basicamente duas dessas decisões que tornaram a situação da Avianca insustentável nos últimos anos, segundo analistas. Uma delas foi a de não enxugar a frota em 2015 e 2016, período mais delicado da aviação brasileira desde os anos 2000. Foram nesses anos que a crise econômica derrubou a demanda por transporte aéreo e os custos foram pressionados pela alta do dólar e do petróleo.

Nessa época, muitos apostaram que a Gol seria a primeira a sucumbir - dado seu nível de endividamento -, mas uma renegociação com credores, aliada a um plano de devolução de aeronaves, garantiu a virada do jogo. Latam e Azul fizeram movimentos semelhantes em suas frotas e contaram ainda com novos recursos - a primeira vendeu uma participação para a Qatar e a segunda abriu capital. A Avianca, porém, não recuou no número de aeronaves, em uma tentativa de ganhar participação de mercado.

Outra decisão equivocada foi a entrada no mercado internacional, em 2017. Um voo para o exterior tem um custo médio dez vezes superior ao de um doméstico. Se o avião não sai lotado, portanto o prejuízo é grande. A operação internacional da Avianca queimou rapidamente o caixa da companhia, que já não tinha boa performance.

Os resultados da empresa nunca foram dos melhores devido, em parte, ao fato de ela voar principalmente em rotas disputadas por Latam e Gol. A Gol foi a primeira companhia nacional a adotar um modelo de negócio de custo baixo, obrigando a Latam a ir por um caminho semelhante. Com aviões novos, mais eficientes e alta utilização da frota (em média voando 12 horas por dia, quando a média nacional era de 7 horas), a Gol estreou no mercado com um custo 40% inferior ao da Varig e da então TAM (hoje Latam). A Varig quebrou ao resistir ao corte de custos. A TAM se salvou justamente por fazê-lo - eliminou, mais recentemente, até a tradicional balinha de boas-vindas.

Competição

Gol e Latam se tornaram, assim, muito competitivas - o que tem dificultado a entrada de novas companhias no setor e feito novatas quebrarem no caminho, diz o especialista no setor aéreo André Castellini, sócio da consultoria Bain & Company.

Para tentar ganhar passageiros em rotas dominadas pelas concorrentes, a Avianca apostou em preços inferiores para passagens compradas de última hora, apesar de oferecer um serviço muitas vezes superior - e mais caro -, como comida quente e espaço maior entre poltronas. A estratégia poderia funcionar para ganhar participação de mercado, mas não era sustentável no longo prazo.

A Azul foi a única que conseguiu, até agora, entrar com sucesso no setor dominado por Latam e Gol. A receita foi fugir das rotas nas quais as duas estão presentes. Ajudou também o fato de ela começar a crescer quando a crise dava os primeiros sinais, obrigando Latam e Gol a focarem nas próprias operações, e não na concorrente. A questão é que atuar no mercado secundário é mais caro. Entrar no segmento da Azul tem, portanto, um desafio extra para uma possível nova estreante.


CORREIO DO POVO

https://www.correiodopovo.com.br/not%C3 ... l-1.336967
Fernando C. Milke
MASTER
MASTER
 
Mensagens: 6631
Registrado em: Sex Dez 24, 2004 12:26
Localização: Porto Alegre

Re: A CRISE NA AVIANCA BRASIL

Mensagempor AeroEntusiasta » Sex Mai 10, 2019 09:41

Avianca perde na Justiça mais um avião e passa a ter só cinco aeronaves

Empresa de leasing Wells Fargo alegou dívidas superiores a US$ 2 milhões. Companhia aérea tem cinco dias para cumprir decisão

Leo Branco 09/05/2019 - 17:31 / Atualizado em 09/05/2019 - 17:49

SÃO PAULO – A empresa americana de leasing de aviões Wells Fargo conseguiu na Justiça nesta quinta-feira a retomada de um avião alugado à Avianca Brasil. Com isso, a frota da combalida companhia aérea passa ser de cinco aeronaves – queda de 80% desde dezembro, quando a Avianca pediu recuperação judicial .

A decisão foi concedida pelo juiz Daniel D'Emidio Martins, da 38ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo. A alegação é de que a Avianca deve mais de US$ 2 milhões (cerca de R$ 8 milhões) à Wells Fargo em aluguéis atrasados. A companhia tem até cinco dias para cumprir a medida judicial. Nesta quarta-feira (8/5), a companhia conseguiu reverter decisão para confiscar quatro aviões alugados pela fabricante europeia Airbus .

O confisco da aeronave da Wells Fargo deve complicar ainda mais a situação financeira da Avianca Brasil. Desde o início de abril, a companhia já cancelou mais de 3.000 voos. A dívida total da companhia supera R$ 3 bilhões, praticamente todo o faturamento da empresa em 2018.

As consequências do aperto financeiro da Avianca chegaram aos funcionários. Os mais de 1.500 tripulantes da companhia aérea estão sem receber o salário de maio. De acordo com Ondino Dutra, presidente do Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA), os funcionários da companhia deveriam ter recebido até a quarta-feira (7/5).

– Os salários de todos, diárias de alimentação, vale-alimentação, dois meses de FGTS, férias. Tudo isso não foi pago. Há muita indefinição sobre o que fazer com a mão de obra que ficou excedente na empresa (com a redução de 80% na frota). Há desespero sobre o que vai acontecer – diz Dutra. Na semana passada, a Avianca Brasil demitiu 80 funcionários no aeroporto de Guarulhos, o maior do país . A companhia parou de operar no terminal há duas semanas.

Retomada do leilão

Para tentar sair do atoleiro, no fim da tarde de quarta-feira (8/5), a Avianca Brasil pediu à Justiça paulista a retomada do leilão de ativos que devia ter sido realizado na última terça-feira (7/5). Horas antes, o certame foi suspenso por causa de uma liminar judicial obtida pela prestadora de serviços aeroportuários Swissport, credora da companhia aérea, e acabou cancelado .

A petição de 16 páginas, assinada pelo escritório paulistano TWK, foi encaminhada na tarde de quarta-feira (8/5) ao desembargador Ricardo Negrão, da segunda câmara empresarial de São Paulo, autor da liminar suspendendo o leilão. Os advogados da Avianca argumentam que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), órgão federal regulador do setor, estava de acordo com o processo de recuperação judicial da companhia aérea. Por isso, pedem a autorização imediata do certame, etapa fundamental para a empresa sair da recuperação judicial e saldar parte das dívidas, atualmente acima de R$ 3 bilhões.

Comprou passagem da Avianca? Saiba o que muda com o cancelamento do leilão

A expectativa da empresa com o leilão suspenso na segunda-feira era levantar pelo menos US$ 210 milhões com a venda de Unidades Produtivas Isoladas (UPIs), espécie de ‘mini-Aviancas’ com os ativos mais lucrativos da companhia aérea, como 169 slots (autorizações de pousos e decolagens) em aeroportos concorridos como Congonhas, Guarulhos e Santos Dumont. As concorrentes Gol, Latam e Azul estavam habilitadas a dar lances.

Os advogados da Avianca Brasil sinalizam à Justiça a possibilidade de realizar o leilão e, em seguida, usar os recursos levantados para já pagar os credores. Ou, então, manter os depósitos sob tutela da Justiça até o julgamento da liminar da Swissport suspendendo o certame.

As opções visam acelerar a tramitação do pedido na Justiça, segundo fontes ouvidas pela reportagem. A próxima sessão do Tribunal de Justiça de São Paulo é na segunda-feira (13/5). A expectativa é que o caso seja apreciado pelos desembargadores diante da grave situação financeira da companhia aérea.

Procurada, a Avianca não comentou.

Fonte: https://oglobo.globo.com/economia/avian ... s-23653876
Sem mais.

Equipe AeroEntusiasta
http://www.AeroEntusiasta.com.br
https://aeroentusiasta.blogspot.com.br/

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

>>> Colabore com o Site AeroEntusiasta @ Contato: fabio@aeroentusiasta.com.br

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Imagem
Avatar do usuário
AeroEntusiasta
Fundador
Fundador
 
Mensagens: 8775
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 09:00
Localização: Porto Alegre - RS

Re: A CRISE NA AVIANCA BRASIL

Mensagempor AeroEntusiasta » Sex Mai 10, 2019 09:48

PR-AVB / A319

AeroEntusiasta escreveu:Avianca perde na Justiça mais um avião e passa a ter só cinco aeronaves

Empresa de leasing Wells Fargo alegou dívidas superiores a US$ 2 milhões. Companhia aérea tem cinco dias para cumprir decisão

Leo Branco 09/05/2019 - 17:31 / Atualizado em 09/05/2019 - 17:49

SÃO PAULO – A empresa americana de leasing de aviões Wells Fargo conseguiu na Justiça nesta quinta-feira a retomada de um avião alugado à Avianca Brasil. Com isso, a frota da combalida companhia aérea passa ser de cinco aeronaves – queda de 80% desde dezembro, quando a Avianca pediu recuperação judicial .

A decisão foi concedida pelo juiz Daniel D'Emidio Martins, da 38ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo. A alegação é de que a Avianca deve mais de US$ 2 milhões (cerca de R$ 8 milhões) à Wells Fargo em aluguéis atrasados. A companhia tem até cinco dias para cumprir a medida judicial. Nesta quarta-feira (8/5), a companhia conseguiu reverter decisão para confiscar quatro aviões alugados pela fabricante europeia Airbus .

O confisco da aeronave da Wells Fargo deve complicar ainda mais a situação financeira da Avianca Brasil. Desde o início de abril, a companhia já cancelou mais de 3.000 voos. A dívida total da companhia supera R$ 3 bilhões, praticamente todo o faturamento da empresa em 2018.

As consequências do aperto financeiro da Avianca chegaram aos funcionários. Os mais de 1.500 tripulantes da companhia aérea estão sem receber o salário de maio. De acordo com Ondino Dutra, presidente do Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA), os funcionários da companhia deveriam ter recebido até a quarta-feira (7/5).

– Os salários de todos, diárias de alimentação, vale-alimentação, dois meses de FGTS, férias. Tudo isso não foi pago. Há muita indefinição sobre o que fazer com a mão de obra que ficou excedente na empresa (com a redução de 80% na frota). Há desespero sobre o que vai acontecer – diz Dutra. Na semana passada, a Avianca Brasil demitiu 80 funcionários no aeroporto de Guarulhos, o maior do país . A companhia parou de operar no terminal há duas semanas.

Retomada do leilão

Para tentar sair do atoleiro, no fim da tarde de quarta-feira (8/5), a Avianca Brasil pediu à Justiça paulista a retomada do leilão de ativos que devia ter sido realizado na última terça-feira (7/5). Horas antes, o certame foi suspenso por causa de uma liminar judicial obtida pela prestadora de serviços aeroportuários Swissport, credora da companhia aérea, e acabou cancelado .

A petição de 16 páginas, assinada pelo escritório paulistano TWK, foi encaminhada na tarde de quarta-feira (8/5) ao desembargador Ricardo Negrão, da segunda câmara empresarial de São Paulo, autor da liminar suspendendo o leilão. Os advogados da Avianca argumentam que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), órgão federal regulador do setor, estava de acordo com o processo de recuperação judicial da companhia aérea. Por isso, pedem a autorização imediata do certame, etapa fundamental para a empresa sair da recuperação judicial e saldar parte das dívidas, atualmente acima de R$ 3 bilhões.

Comprou passagem da Avianca? Saiba o que muda com o cancelamento do leilão

A expectativa da empresa com o leilão suspenso na segunda-feira era levantar pelo menos US$ 210 milhões com a venda de Unidades Produtivas Isoladas (UPIs), espécie de ‘mini-Aviancas’ com os ativos mais lucrativos da companhia aérea, como 169 slots (autorizações de pousos e decolagens) em aeroportos concorridos como Congonhas, Guarulhos e Santos Dumont. As concorrentes Gol, Latam e Azul estavam habilitadas a dar lances.

Os advogados da Avianca Brasil sinalizam à Justiça a possibilidade de realizar o leilão e, em seguida, usar os recursos levantados para já pagar os credores. Ou, então, manter os depósitos sob tutela da Justiça até o julgamento da liminar da Swissport suspendendo o certame.

As opções visam acelerar a tramitação do pedido na Justiça, segundo fontes ouvidas pela reportagem. A próxima sessão do Tribunal de Justiça de São Paulo é na segunda-feira (13/5). A expectativa é que o caso seja apreciado pelos desembargadores diante da grave situação financeira da companhia aérea.

Procurada, a Avianca não comentou.

Fonte: https://oglobo.globo.com/economia/avian ... s-23653876
Sem mais.

Equipe AeroEntusiasta
http://www.AeroEntusiasta.com.br
https://aeroentusiasta.blogspot.com.br/

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

>>> Colabore com o Site AeroEntusiasta @ Contato: fabio@aeroentusiasta.com.br

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Imagem
Avatar do usuário
AeroEntusiasta
Fundador
Fundador
 
Mensagens: 8775
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 09:00
Localização: Porto Alegre - RS

Re: A CRISE NA AVIANCA BRASIL

Mensagempor AeroEntusiasta » Qua Mai 15, 2019 22:05

Iata tira de sistema de venda passagens da Avianca Brasil

Em recuperação judicial desde o fim do ano passado, companhia aérea está com uma operação reduzida.

Por G1 15/05/2019 19h30

A Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata, na sigla em inglês) confirmou que suspendeu a venda de passagens da Avianca Brasil do seu sistema na terça-feira (14).

O sistema da Iata é chamado de Bank Settlement Plan (BSP) e opera em 180 países. Ao todo, ele atende 370 companhias aéreas. Em 2017, foram processados US$ 236,3 bilhões em operações.

Em recuperação judicial desde dezembro do ano passado, a Avianca Brasil opera em apenas quatro aeroportos do país. A empresa anunciou que suspendeu mais de 800 voos de segunda-feira até quinta-feira (16).

Na segunda-feira, a Azul protocolou na Justiça uma nova proposta para tentar comprar parte das operações da Avianca Brasil. Um plano anterior chegou a ser aprovado pelos credores da empresa, mas foi suspenso pela justiça. A Avianca Brasil recorreu da decisão.

Fonte: https://g1.globo.com/economia/noticia/2 ... asil.ghtml
Sem mais.

Equipe AeroEntusiasta
http://www.AeroEntusiasta.com.br
https://aeroentusiasta.blogspot.com.br/

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

>>> Colabore com o Site AeroEntusiasta @ Contato: fabio@aeroentusiasta.com.br

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Imagem
Avatar do usuário
AeroEntusiasta
Fundador
Fundador
 
Mensagens: 8775
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 09:00
Localização: Porto Alegre - RS

Re: A CRISE NA AVIANCA BRASIL

Mensagempor AeroEntusiasta » Sex Mai 17, 2019 17:00

PR-AVJ/A318 => Realizou só um voo hoje entre SSA – CGH, no solo em CGH,

PR-AVL/A318 => Traslado ontem à noite para SJK,

PR-ONC/A318 => Nenhum voo operado hoje, no solo em SDU,

PR-ONI/A318 => Operou apenas CGH-SDU-CGH (1 voo em cada trecho), no solo em CGH,

PR-AVB/A319 => Operou apenas SDU-CGH-BSB-CGH (1 voo em cada trecho), no solo em CGH,

PR-AVD/A319 => Operou apenas SDU-CGH (1 voo), no solo em CGH.

Fonte/pesquisa: Marcelo Areias via redes sociais
Sem mais.

Equipe AeroEntusiasta
http://www.AeroEntusiasta.com.br
https://aeroentusiasta.blogspot.com.br/

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

>>> Colabore com o Site AeroEntusiasta @ Contato: fabio@aeroentusiasta.com.br

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Imagem
Avatar do usuário
AeroEntusiasta
Fundador
Fundador
 
Mensagens: 8775
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 09:00
Localização: Porto Alegre - RS

Re: A CRISE NA AVIANCA BRASIL

Mensagempor AeroEntusiasta » Seg Mai 20, 2019 20:04

Tripulantes da Avianca suspendem greve temporariamente

Em assembleia realizada neste domingo (19), em São Paulo, os tripulantes da Avianca deliberaram por suspender temporariamente a greve até que nova assembleia aconteça.

Foi decidido também reforçar a orientação para que os tripulantes continuem a cumprir fielmente o MGO (Manual Geral de Operações) da empresa, que determina que não podem atuar ou tentar atuar como tripulantes aqueles que estiverem sob efeito de fadiga e estresse.

Assim sendo, aqueles que se sentirem sob condições de estresse devido à falta dos pagamentos e ao risco iminente de serem demitidos —entre os dias 13 e 16 de maio a companhia dispensou aproximadamente 900 tripulantes— ou que não se encontrarem em condições emocionais adequadas para desempenharem suas funções em voos, por decisão individual, devem comunicar por e-mail o não comparecimento ao trabalho com base no MGO.

O SNA lembra que oferece serviço de apoio psicológico para todos os tripulantes da Avianca, associados e não associados, presencialmente ou por Skype.

Além disso, o SNA deverá requerer audiências no TST para explicar a situação dos tripulantes e o risco que essa situação acarreta à segurança de voo à continuidade das operações da empresa.

Por fim, o sindicato convida a todos para um encontro com os tripulantes nesta segunda-feira, dia 20 de maio, começando com um café da manhã às 8h30 na sede do sindicato. Também haverá uma reunião para os tripulantes às 12h30, novamente na sede do SNA em São Paulo.

Fonte: http://www.aeronautas.org.br
Sem mais.

Equipe AeroEntusiasta
http://www.AeroEntusiasta.com.br
https://aeroentusiasta.blogspot.com.br/

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

>>> Colabore com o Site AeroEntusiasta @ Contato: fabio@aeroentusiasta.com.br

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Imagem
Avatar do usuário
AeroEntusiasta
Fundador
Fundador
 
Mensagens: 8775
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 09:00
Localização: Porto Alegre - RS

Anterior

Voltar para AEROFÓRUM

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Bing [Bot] e 2 visitantes