FORTALEZA: Aviões estocados em FOR

Seção principal do AeroFórum para troca de informações.

Moderador: Moderadores

Regras do fórum
As regras do fórum estão disponíveis CLICANDO AQUI.

Re: Aviões em FOR

Mensagempor B767 » Qui Fev 17, 2011 16:05

Electra escreveu:De que empresa é a pintura que está no 732 a direita na última foto do Jet Airways? Nunca tinha visto...


O aviao do qual voce perguntou se trata do primeiro B737-200C adquirido pela TAF(PR-MTA) e foi vendido uns 3 anos atras para uma empresa africana e rematriculado e ate pintado nas cores de quem o comprou, GTRA Airways com prefixo 9Q-CGJ.
B767
MASTER
MASTER
 
Mensagens: 1212
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 16:39
Localização: Fortaleza

Re: Aviões em FOR

Mensagempor AB3 » Qui Fev 17, 2011 21:17

B767 escreveu:
Electra escreveu:De que empresa é a pintura que está no 732 a direita na última foto do Jet Airways? Nunca tinha visto...


O aviao do qual voce perguntou se trata do primeiro B737-200C adquirido pela TAF(PR-MTA) e foi vendido uns 3 anos atras para uma empresa africana e rematriculado e ate pintado nas cores de quem o comprou, GTRA Airways com prefixo 9Q-CGJ.


Corrigindo-te PT-MTA.
AB3 - aeroentusiasta forum user
BHZ - Belo Horizonte - MG | Aircraft Mechanic and Aviation Researcher
Artigos em www.avioesemusicas.com
Avatar do usuário
AB3
MASTER
MASTER
 
Mensagens: 3292
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 17:18

Re: Aviões em FOR

Mensagempor paulo roberto » Qui Fev 17, 2011 22:22

Eu nao sabia que a TAF tinha tantos avioes abandonado...deveriam ter feito igual a Puma...criando um voo entre FOR/SAO/FOR, estaria viva ate hoje... :Muro:
paulo roberto
 

Re: Aviões em FOR

Mensagempor Jet Airways » Sex Fev 18, 2011 17:27

paulo roberto escreveu:Eu nao sabia que a TAF tinha tantos avioes abandonado...deveriam ter feito igual a Puma...criando um voo entre FOR/SAO/FOR, estaria viva ate hoje... :Muro:


Estaria viva dependendo da tarifa e ocupação dos vôos. A concorrencia é grande nessa rota!
Abraços,
Jet Airways

"Somente os que voam podem entender com clareza porque os pássaros cantam."
Avatar do usuário
Jet Airways
CMTE.
CMTE.
 
Mensagens: 852
Registrado em: Qui Abr 01, 2010 23:44
Localização: São Paulo - SP

Re: Aviões em FOR

Mensagempor AeroEntusiasta » Qua Jan 13, 2016 20:32

Boa noite:

Segundo comentários dois B737-200 e dois DC-3 estocados em FOR foram vendidos para um comprador de CWB.

Aguardemos novidades.
Sem mais.

Equipe AeroEntusiasta
http://www.AeroEntusiasta.com.br
https://aeroentusiasta.blogspot.com.br/

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

>>> Colabore com o Site AeroEntusiasta @ Contato: fabio@aeroentusiasta.com.br

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Imagem
Avatar do usuário
AeroEntusiasta
Fundador
Fundador
 
Mensagens: 8093
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 09:00
Localização: Porto Alegre - RS

Re: Aviões em FOR

Mensagempor AeroEntusiasta » Qua Jan 13, 2016 20:47

Aeronaves estocadas em FOR (11/2015):

B732 ATA: PR-LSW
B732 TAF: PT-MTA; PT-MTB; PT-MTF e PT-MTH
B722 TAF: PT-MTC e PT-MTD
DC3 TAF: PT-AOB e PT-KYW
PA34: PT-WTH
Sem mais.

Equipe AeroEntusiasta
http://www.AeroEntusiasta.com.br
https://aeroentusiasta.blogspot.com.br/

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

>>> Colabore com o Site AeroEntusiasta @ Contato: fabio@aeroentusiasta.com.br

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Imagem
Avatar do usuário
AeroEntusiasta
Fundador
Fundador
 
Mensagens: 8093
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 09:00
Localização: Porto Alegre - RS

Re: Aviões em FOR

Mensagempor ProjetoDC3 » Sex Jan 15, 2016 22:56

Será que o PT-AOB será restaurado? Alguém tem alguma novidade?
ProjetoDC3
PC
PC
 
Mensagens: 147
Registrado em: Ter Jun 02, 2009 18:00

Re: Aviões em FOR

Mensagempor paulo roberto » Sáb Jan 16, 2016 09:07

Acho que muitas empresas começam voar sem estrutura e sem noção do que aviação regular, a TAF ,Puma e Rico ate poderiam ser grandes empresas hoje.Mas não sei explicar o que acontece ate a Puma com 1 aeronave não deu certo,era mais facil de manter.uma lastima.Hoke com a crise que o Brasil esta sem chances de algo, estas não voltam mais....uma pena.
paulo roberto
MULTI
MULTI
 
Mensagens: 424
Registrado em: Qua Set 23, 2015 09:40

Re: Aviões em FOR

Mensagempor AB3 » Sáb Jan 16, 2016 16:14

paulo roberto escreveu:Acho que muitas empresas começam voar sem estrutura e sem noção do que aviação regular, a TAF ,Puma e Rico ate poderiam ser grandes empresas hoje.Mas não sei explicar o que acontece ate a Puma com 1 aeronave não deu certo,era mais facil de manter.uma lastima.Hoke com a crise que o Brasil esta sem chances de algo, estas não voltam mais....uma pena.


Acho que você esquece que a PUMA começou com 3 Caravans no Pará, partiu para o par de Brasília, parou de voar após o acidente do PP-PTB em Altamira, e aí foi vendida para uns caras aí que tentaram com o primeiro 737-300 sobreviver num MCP-BEL-GRU.

Já TAF/RICO foram empresas que por décadas atuaram no taxi aéreo e foram se infiltrando no regular. No caso da RICO, a expansão ao 737-200 levou a empresa e "ignorar" sua rica malha regional com EMB120, vendendo inclusive linhas para a TRIP (veja que ironia, a TRIP cresceu sem parar após assumir as linhas amazonicas) e aí os políticos do Norte, ao ver a RICO de 737 em CZS, RBR, PVH, MAO, BVB, STM, BEL, MCP, TFF, TBT, convidaram a GOL para certas rotas, alegando monopólio, somado a alta de combustiveis, lascou a RICO. Já a TAF é outra história, foi uma regional que explodiu de vez, atuou com C208, parou, teve EMB120 arrendado, parou, teve EMB110, parou, aí entrou pra o filé do RPN CARGO com 737-200 e depois levou um 737-200 pax (EX.PP-VML da VARIG) e tomou gosto, mas foi metralhada pelas grandes quando quis voar intercapital no Nordeste (SSA-REC-FOR-BEL-MAO / FOR-THE-SLZ-BEL-MCP-CAY). Resumo, tirando a PUMA, que funciona apenas como hangar hoje, a TAF virou Taf Aviação e vive de taxi aéreo com C208 Grand Caravan em Fortaleza e a RICO reinvestiu no taxi aéreo com Caravans, ativou um EMB120 e assim ficaram.
AB3 - aeroentusiasta forum user
BHZ - Belo Horizonte - MG | Aircraft Mechanic and Aviation Researcher
Artigos em www.avioesemusicas.com
Avatar do usuário
AB3
MASTER
MASTER
 
Mensagens: 3292
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 17:18

Re: Aviões em FOR

Mensagempor Marcelo Magalhães » Qua Out 05, 2016 15:02

Amigos de FOR, principalmente:

Entendo que os doi DC-3 ex-TAF (PT-AOB e PT-KYW) foram adquiridos pelo Sr. Eloi de Foz do Iguaçu, correto?

Alguém tem a data aproximada de qdo saíram de FOR?

SDS

Marcelo Magalhães
Marcelo Magalhães
MASTER
MASTER
 
Mensagens: 1214
Registrado em: Seg Dez 20, 2004 11:43

Re: Aviões em FOR

Mensagempor AeroEntusiasta » Qua Out 05, 2016 15:44

http://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-c ... j#ancora-1

http://www.gazetadopovo.com.br/


Coleção de Aviões em Itapejara D´Oeste

Niomar Pereira especial para a Gazeta do Povo

Publicado em 30/07/2016

Imagem

A propriedade do empresário Eloy Biesuz, dono da empresa de táxi aéreo Helisul, localizada na comunidade de Barra Grande, em Itapejara D´Oeste, Região Sudoeste do Paraná, recebeu na semana passada mais um Boeing 737 para sua coleção. Agora são cinco aeronaves estacionadas no meio de uma lavoura de soja.

Imagem

O primeiro deles, um Boeing 737-200 com capacidade para 110 pessoas, adquirido em 2014, foi reformado e está em pleno funcionamento. O avião pertencia à Vasp e foi arrematado em um leilão judicial por R$ 175 mil. Foram mais R$ 100 mil gastos no transporte, que levou 17 dias, desde o Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília (DF), e aproximadamente R$ 200 mil na reforma. Os valores da nova aquisição, o Boeing 737-300, maior e com mais capacidade, não foram divulgados. Ele foi transportado da capital e levou oito dias para chegar. Voando, um Boeing 737 pode chegar a 960 quilômetros por hora.

Imagem

O empresário tem ainda no local três bimotores, um Learjet 24 – também em funcionamento – e a carcaça de dois Douglas DC-3. Os mecânicos da Helisul estão trabalhando permanentemente no local, mas não sabem qual a pretensão do empresário para o Boeing recém-chegado. O avião teve as asas cortadas e não deve ser recuperado como no modelo convencional. Uma das hipóteses é construir suítes dentro dele, contudo não é uma decisão consolidada.

Atração

Imagem

Imagem

O município de Itapejara D´Oeste tem pouco mais de 10 mil habitantes e a comunidade de Barra Grande fica praticamente na divisa com Francisco Beltrão. A propriedade de Biesuz, que ainda tem um tanque de guerra, se tornou atração na região. Muitos visitantes de outras cidades vão até o local para conhecer as aeronaves. O irmão do empresário, Moacir Biesuz, que administra a fazenda, disse que a família decidiu fechar as porteiras no final de semana porque o movimento era muito grande.

Fazenda da Barra Grande

A fazenda da Barra Grande, com 250 hectares, foi adquirida em 1971. Nela, a família produz soja, milho, feijão e reservou áreas para reflorestamento de pinus, eucalipto e araucária. Mas o gosto mesmo é pela aviação. “Os únicos que não são pilotos é eu e o meu irmão mais velho. O filhos, sobrinhos, todos já estão voando também.” Os Biesuz são em oito irmãos.

Além dos aviões, Eloy Biesuz tem gosto por veículos militares. Em uma oficina em Francisco Beltrão, guarda diversos caminhões e jipes que foram adquiridos do Exército Brasileiro e reformados. O irmão conta que uma locomotiva está sendo restaurada e será levada para a fazenda. Mais tarde tudo deve ficar exposto num único local.

Biesuz também está reformando um avião da Força Aérea Brasileira (FAB), que era utilizado pela Presidência da República. A aeronave está sendo restaurada na sede de sua empresa de táxi aéreo em Foz do Iguaçu. O compromisso é restaurá-lo e deixá-lo para visitação como patrimônio histórico.

Gosto pela aviação

Eloy Biesuz nasceu em 23 de janeiro de 1954, na comunidade de Barra Grande, na juventude frequentou o Colégio Agrícola de Clevelândia. “Quando vinha nas férias, o Eloy visitava o médico Kit Abdala, que foi o pioneiro na aviação aqui no Sudoeste do Paraná. Foi ele quem trouxe o primeiro avião da região, veio voando dos Estados Unidos”, recorda Moacir Biesuz, que é um ano e quatro dias mais velho que o irmão. Eloy fez um curso e foi trabalhar como piloto em uma empresa do Rio Janeiro, depois acabou sendo transferido para Foz do Iguaçu. “Ali, com dois sócios, comprou um helicóptero e começou fazer voos panorâmicos, cada passeio era o piloto e dois passageiros sobre as Cataratas. Mais tarde a família ajudou um pouco e ele comprou a parte dos sócios.

Imagem

Fundada em 1972, a Helisul iniciou suas atividades na cidade de Foz do Iguaçu. A partir de 1979, expandiu seus serviços e suas bases por todo o território nacional. Atualmente tem cerca de 55 helicópteros e seis aviões que operam em diversos estados brasileiros.

Fazenda da Barra Grande

A fazenda da Barra Grande, com 250 hectares, foi adquirida em 1971. Nela, a família produz soja, milho, feijão e reservou áreas para reflorestamento de pinus, eucalipto e araucária. Mas o gosto mesmo é pela aviação. “Os únicos que não são pilotos é eu e o meu irmão mais velho. O filhos, sobrinhos, todos já estão voando também.” Os Biesuz são em oito irmãos.

Francisco Beltrão

Fonte-Niomar Pereira especial para a Gazeta do Povo
Sem mais.

Equipe AeroEntusiasta
http://www.AeroEntusiasta.com.br
https://aeroentusiasta.blogspot.com.br/

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

>>> Colabore com o Site AeroEntusiasta @ Contato: fabio@aeroentusiasta.com.br

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Imagem
Avatar do usuário
AeroEntusiasta
Fundador
Fundador
 
Mensagens: 8093
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 09:00
Localização: Porto Alegre - RS

Re: Aviões em FOR

Mensagempor Maurício » Qua Out 05, 2016 20:44

Voei nesse VP732 PP-SMH (GRU/CNF) em 1996. Bom vê-lo preservado. Agora a curiosidade é o que o Elói vai fazer com os 2 DC-3. O PT-AOB vi em FOR 1997.
" Uma vez que você tenha experimentado voar, você andará pela terra com seus olhos voltados para o céu, pois lá você esteve e para lá desejará voltar." (Leonardo da Vinci)
Avatar do usuário
Maurício
MASTER
MASTER
 
Mensagens: 1756
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 16:10
Localização: Belo Horizonte - MG

Re: Aviões em FOR

Mensagempor Marcelo Magalhães » Qui Out 06, 2016 11:23

Amigos:

Interessante!

Parece q um dos DC-3 eh o PT-AOB mesmo e o outro, seria o PT-KYW?

Abs,

Marcelo Magalhães
Marcelo Magalhães
MASTER
MASTER
 
Mensagens: 1214
Registrado em: Seg Dez 20, 2004 11:43

Re: Aviões em FOR

Mensagempor paulo roberto » Qui Out 06, 2016 13:31

Como este colecionador parece ser bem caprichoso com suas aeronaves,gostaria de sugerir a pintura de 737 a original da VASP de 1969...e os DC-3 um CRUZEIRO e outro REAL AEROVIAS,ficaria muito interessante....
paulo roberto
MULTI
MULTI
 
Mensagens: 424
Registrado em: Qua Set 23, 2015 09:40

Re: FORTALEZA: Aviões estocados em FOR

Mensagempor AeroEntusiasta » Seg Fev 13, 2017 15:13

Aviões abandonados formam cemitério no Pinto Martins

LÍGIA COSTA - http://www.opovo.com.br

Segundo Infraero, sete aeronaves estão inativas em decorrência de dívidas aeroportuárias. Ações para retirada dos equipamentos tramitam e dependem de decisão judicial

Imagem

Sete aeronaves estão abandonadas e com destino ainda incerto no pátio do Aeroporto Internacional Pinto Martins. São quatro boeings 737-200, dois boeings 727-200 e um Piper Seneca (PA34). Todas pousaram no equipamento de Fortaleza entre os anos de 2007 a 2010, confirma a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) em nota enviada ao O POVO.

“Tratam-se de aeronaves de terceiros com registro de tarifas aeroportuárias inadimplentes perante a Infraero, todas com demanda em juízo visando à sua remoção e à execução da dívida”, diz trecho da mensagem. A Infraero não detalha nome das companhias com débito e valores devidos.


Prejuízos

Assim como em Fortaleza, a formação dos chamados cemitérios de aviões - comum em aeroportos brasileiros - decorre, em boa parte, de processos/imposições judiciais e de despesas aeroportuárias. Francisco Monteiro, sócio-proprietário da SAT Escola de Aviação Civil, avalia que aeronave parada somente traz prejuízo. Tanto pelo fato de estar fora de operação e ocupar área antes disponível no aeroporto, como pela perda de peças que poderiam ter sido reutilizadas em outros aviões em funcionamento.


Após muito tempo e destituídas de equipamentos importantes, as aeronaves “não têm mais condição de voo. E financeiramente não compensa recuperar. Melhor comprar uma outra seminova em condições de uso”, complementa.

Junto à morosidade da Justiça ao tratar casos do tipo, Monteiro elenca o embate de interesses. Sugere ainda como destino para os aviões abandonados o museu.


Por outro lado, Carlos Grotta, especialista em transporte aéreo e infraestrutura aeroportuária do Centro Paula Souza, em Guarulhos, defende que casos de abandono podem acontecer simplesmente porque as aeronaves estão velhas demais e tecnologicamente ultrapassadas. O que, inclusive, torna impossível a reciclagem das peças.


Para ele, o problema atinge com mais frequência pequenas empresas que fretam aeronaves para prestar serviços a terceiros e que também acumulam despesas aeroportuárias. Ressalta, porém, que hoje concessionários aeroportuários estão mais cautelosos com as empresas que fazem uso de suas instalações. “São várias as causas que podem levar a isso (aviões parados nos aeroportos). Se uma aeronave pousa num aeroporto e tem uma ordem judicial dizendo que ela não pode sair dali por algum problema ela vai ficando lá”.


Leilão

Para evitar prejuízos, a melhor saída é o leilão, recomenda Mauro Roberto Schlüter, professor de Logística da Universidade Mackenzie de Campinas. “Quando apreendidos, os bens ficam sem manutenção e depreciam, virando sucata. E a Justiça faz leilão com a finalidade de não comprometer os valores dos bens”.


Saiba mais


Em 2014, quase 10 anos após encerrar suas operações, a Vasp teve um de seus boeings velhos derretido e transformado em panelas industriais.


Outros aviões antigos da companhia aérea que foram leiloados continuaram a ser utilizados em diversas áreas do Brasil. Em 2014, uma era usada para treinar bombeiros em salvamentos no caso de desastres aéreos.


Aeronaves da Vasp também deixaram de cortar os céus para virar restaurantes e até mesmo casa noturna.


Em 2016, um empresário lançou em Minas Gerais uma boate dentro de um avião. O projeto inicial era de que o espaço fosse transformado em parque de diversões.


Em 2013, a Justiça leiloou 17 aviões da Vasp, que juntos somavam 448 toneladas de sucata. Cada lote foi fixado entre R$ 15 mil e R$ 60 mil. O valor da sucata variava conforme o peso e chegou a custar R$ 1 mil por tonelada.



Há cerca de três anos, empresário mineiro desembolsou R$ 1,5 milhão por um avião encostado no cemitério de aeronaves do Aeroporto Internacional de Viracopos. O objetivo era transformá-lo em um restaurante.

LÍGIA COSTA
http://www.opovo.com.br/jornal/economia ... RD+Station
Sem mais.

Equipe AeroEntusiasta
http://www.AeroEntusiasta.com.br
https://aeroentusiasta.blogspot.com.br/

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

>>> Colabore com o Site AeroEntusiasta @ Contato: fabio@aeroentusiasta.com.br

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Imagem
Avatar do usuário
AeroEntusiasta
Fundador
Fundador
 
Mensagens: 8093
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 09:00
Localização: Porto Alegre - RS

Re: FORTALEZA: Aviões estocados em FOR

Mensagempor AeroEntusiasta » Seg Fev 13, 2017 15:13

Sem manutenção, aeronaves perdem valor

Lígia Costa - http://www.opovo.com.br

As sete aeronaves inativas no Pinto Martins estão diariamente expostas a ações diretas da chuva e do sol. Apesar disso, a Infraero informa que “não existe a possibilidade de alocá-las em local coberto”. Conforme especialistas, é quase impossível o aeroporto reservar um um local adequado como um hangar para resguardá-las devido aos altos valores que isso demandaria. “Fazer deposição num lugar a salvo requer manutenção e isso custa dinheiro”, analisa Schlüter.

Grotta ainda atenta para as altas taxas de permanência das aeronaves no pátio de um aeroporto. “Imagine dentro de um hangar. Uma aeronave ocupa muito espaço e, hoje, dentro de um aeroporto, espaço tem valor astronômico. Paga-se por hora”.
Como as aeronaves paradas no Aeroporto de Fortaleza estão devidamente montadas, não há riscos de que se tornem locais propícios para a formação de focos do mosquito Aedes aegypti ou que as peças internas dos aviões sejam avariadas pela incidência ininterrupta do sol de Fortaleza, tendo em vista que quanto menos chove, mais resguardados ficam os aviões. “Se a aeronave estivesse operando, também estaria exposta ao Sol. Só será afetada se passar anos e anos ali e se for velha. Dentro do sítio aeroportuário, esse cemitério não é um problema”, afirma Grotta. (Lígia Costa)

http://www.opovo.com.br/jornal/economia ... valor.html
Sem mais.

Equipe AeroEntusiasta
http://www.AeroEntusiasta.com.br
https://aeroentusiasta.blogspot.com.br/

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

>>> Colabore com o Site AeroEntusiasta @ Contato: fabio@aeroentusiasta.com.br

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Imagem
Avatar do usuário
AeroEntusiasta
Fundador
Fundador
 
Mensagens: 8093
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 09:00
Localização: Porto Alegre - RS

Re: FORTALEZA: Aviões estocados em FOR

Mensagempor AeroEntusiasta » Seg Fev 13, 2017 15:31

Boa tarde:

Comenta-se que o Governo Alemão, através da sua Polícia, quer resgatar o Boeing 737-200 PT-MTB (cn 20254) para preservá-lo.

Esta aeronave foi protagonista de uma grande ação para libertação de um sequestro enquanto voava na Lufthansa (D-ABCE) em 1977.

Detalhes no Wikipedia: https://pt.wikipedia.org/wiki/Voo_Lufthansa_181

Imagem

Foto: Ken Fielding © 24/10/1975 - via Wikipedia
Sem mais.

Equipe AeroEntusiasta
http://www.AeroEntusiasta.com.br
https://aeroentusiasta.blogspot.com.br/

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

>>> Colabore com o Site AeroEntusiasta @ Contato: fabio@aeroentusiasta.com.br

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Imagem
Avatar do usuário
AeroEntusiasta
Fundador
Fundador
 
Mensagens: 8093
Registrado em: Dom Dez 19, 2004 09:00
Localização: Porto Alegre - RS

Re: FORTALEZA: Aviões estocados em FOR

Mensagempor ProjetoDC3 » Dom Fev 26, 2017 11:37

Obrigado pela informação. Achei que eles tinham virado panela. pena que lá não tem nem pista de pouso. O que torna improvável que aqueles aviões sejam colocados em condições de voo.
ProjetoDC3
PC
PC
 
Mensagens: 147
Registrado em: Ter Jun 02, 2009 18:00

Re: FORTALEZA: Aviões estocados em FOR

Mensagempor paulo roberto » Seg Fev 27, 2017 10:43

Com a falência do MUSEU DE BEBEDOURO,o colecionador da HELISUL poderial fazer um negocio com tudo que for possível do museu, o Scandia e Convair 240 etc seria show...
paulo roberto
MULTI
MULTI
 
Mensagens: 424
Registrado em: Qua Set 23, 2015 09:40

Re: FORTALEZA: Aviões estocados em FOR

Mensagempor Marcos_SBCN » Sex Mar 10, 2017 22:27

Comentário atrasado mas válido, complementando a informação do PR-MTB segue um resumo de sua história:

https://youtu.be/2BGHfHlmFZM
*Lito Souza Aviões e Musicas*
Marcos_SBCN
 
Mensagens: 1
Registrado em: Qui Mar 09, 2017 21:15

Próximo

Voltar para AEROFÓRUM

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante